Best bookmaker bet365 Bonus

Menu

Marco Almeida, sai do Governo para se candidatar à Junta de Freguesia

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

ENTREVISTA ao  JORNAL DO CENTRO 

Marco Almeida deixa governo para se candidatar à Junta de Freguesia (União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta)

De elemento da Juventude Partidária do PS a assessor da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Marco Almeida é agora candidato socialista à União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta.

Marco Almeida deixou esta semana o cargo de assessor da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa para se dedicar a tempo inteiro à preparação da candidatura à maior freguesia do concelho de Mangualde.
Para trás fica um trabalho que o mangualdense considera ter sido “um grande desafio com grande sacrifício pessoal por estar longe da família”. Marco Almeida fala em “tempos enriquecedores”, os quais agradece, mas como diz “novas portas se abrem, novos projectos estão em cima da mesa. Estou convicto que foi a decisão certa”.
Da passagem por Lisboa destaca a possibilidade de ter lidado com “grandes projetos”, com pessoas que “estão muito bem preparadas e que me ajudaram a crescer e a conhecer uma nova realidade e como se deve trabalhar na administração pública”.
Dos trabalhos desenvolvidos no gabinete da Ministra da Presidência, Marco Almeida realça o acompanhamento que fez ao projeto do Orçamento Participativo para Portugal, a organização que envolve os Conselhos de Ministros temáticos no exterior, a gestão da informação que é recebida através do Portal do Governo, entre outros temas que acompanhou nos últimos 11 meses. “Aquilo que trago é uma experiencia de vida que me ajuda muito a reflectir sobre alguns temas que até aqui desconhecia e que me vão ajudar no futuro”, sustenta.

Candidatura
O candidato socialista garante que se vai dedicar a tempo inteiro à preparação da candidatura à presidência da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta.
A candidatura à maior freguesia do concelho surge porque “Mangualde é a minha terra. Tenho a convicção que tenho muito a dar em prol dos mangualdenses”, conta Marco Almeida.
O candidato considera que é tempo de “aproveitar as sinergias criadas nos últimos anos e enfrentar uma nova realidade”.
Na opinião do socialista, a nova realidade passa por “criar uma nova dinâmica, com novas ideias”, sem desprestigiar o trabalho que tem sido realizado pelo executivo actual também eleito pelo Partido Socialista. “O objectivo é poder contribuir para poder acrescentar mais alguma coisa para o bem estar da minha gente”, explica Marco Almeida.
Alguns contactos e reuniões já foram feitos “com focos de grupo para localizar os pontos fortes e fracos daquilo que pretendemos para os próximos quatro anos”.
O candidato socialista explica que se trata de um projeto de continuidade do trabalho desenvolvido, introduzindo novas tecnologias de comunicação e informação.
Aproximar mais as pessoas, estar atento à realidade e às necessidades do dia a dia, criar uma visão social relevante com enfoque nos jovens e a sua fixação, na detecção e resolução de situações de risco e ainda na terceira idade são as ideias chave do projeto. 

voltar ao topo

The Best bookmaker bet365